Topo
TIJUCAS | Quinta Feira, 04 de Junho de 2020
Loading
Topo Daqui Tijucas
Menu Daqui Tijucas Daqui Tijucas Notícias Galerias Vídeos Impressa Contato

Notícias

14 de Fevereiro de 2020 - 11:05:39

O CARNAVAL E AS DOENÇAS

 
 
O CARNAVAL E AS DOENÇAS
DRA ANA PAULA PASIN BOGER 
CRM/SC 15987 
 
O Carnaval está chegando, e é sinônimo de festa, diversão, feriado e viagens. A festa brasileira ocorre no verão e traz turistas do mundo inteiro, o que favorece o contato e convívio social. Contudo, os foliões precisam ter alguns cuidados para manter a saúde e o bem-estar, pois devido a alguns hábitos do carnaval, algumas doenças tornam-se mais prevalentes. A tendência a aglomeração, o calor, a má higiene, o sexo não-seguro e o uso de drogas, são fatores que aumentam a chance de proliferação de vírus e bactérias. 
Há muito se relaciona as festas do Carnaval ao comportamento permissivo, forte apelo sexual, promiscuidade, o que levaria os indivíduos a aumentar o risco de contrair uma IST - Infecção sexualmente transmissível. Porém, qualquer pessoa que tiver comportamento de risco está sujeita, tais como: frequentar manicure, barbeiro, fazer tatuagens ou piercings em locais que não utilizem materiais esterilizados; usuários de drogas injetáveis que utilizam a mesma seringa; ter relações sexuais com parceiro infectado ou com vários parceiros sem uso de camisinha e pessoas que recebam transfusão de sangue contaminado. 
Nesta época ainda, pelo calor e proximidade das pessoas em aglomerações, fala-se das doenças respiratórias, como gripes e viroses. Inclusive com a possível vinda de estrangeiros para nosso país, faz-se obrigatório alguns cuidados como: evitar multidões, preferir ambientes arejados e com ventilação, evitar ficar próximos de pessoas doentes, que estejam espirrando, cobrir nariz e boca caso espirrar e lavar sempre as mãos. 
Lembra-se também das doenças gastrointestinais pioradas pelo calor e condições de má-higiene como gastroenterites e intoxicações alimentares. Evitar comer em lugares desconhecidos ou de sabida má-higiene, evitar alimentos mal passados, lavar bem as mãos após ir ao banheiro e antes de fazer as refeições e ingerir muita água são algumas orientações a se seguir. 
Até o coração pode sofrer no carnaval, pois a folia (música alta, dança) aumenta a frequência cardíaca e com o consumo de álcool (principalmente energéticos) e drogas pode sobrecarregar o coração e surgir arritmias. Outras doenças infecto-contagiosas que já circulam no país como dengue, febre amarela e sarampo também devem ser evitadas, com vacinação em dia e cuidados básicos de higiene. 
Pronto, com apenas algumas precauções é só curtir o carnaval com segurança e tranquilidade. Boas festas!
 

Envie um Comentário

 

Últimas Notícias

Vacinação contra a gripe já imunizou mais de 11 mil pessoas em Itapema
Atividades da Semana do Meio Ambiente serão online em Porto Belo
Chuva e frio marcam começo de junho em Santa Catarina
Itapema tem 42 pessoas curadas do novo Coronavírus
Penitenciária de Chapecó irá produzir 600 mil máscaras por mês
Rodapé Daqui Tijucas Daqui Tijucas Notícias Galerias Vídeos Impressa Contato
Rodapé Contato Contato AmpliWeb Google Plus YouTube